A PERCEPÇÃO DOS EMPRESÁRIOS DO RAMO DE OFICINAS MECÂNICAS SOBRE O USO DA TECNOLOGIA

Autores

  • Sanzio Dias Arcanjo Instituto Federal do Norte de Minas Gerais
  • Cirinéia Alves Jardim Instituto Federal do Norte de Minas Gerais
  • Ismael Mendes dos Santos Junior Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG) https://orcid.org/0000-0001-9412-6023

Palavras-chave:

Processos Administrativos, Transformação, Avanços Tecnológicos, Gestão Organizacional

Resumo

As empresas utilizam diversas tecnologias para apoiar as suas operações, reduzir os custos e aumentar o retorno dos investimentos. Neste contexto, o objetivo geral do estudo foi conhecer a percepção dos empresários do ramo de oficinas mecânicas quanto ao uso da tecnologia nas organizações. Trata-se de pesquisa descritiva, de abordagem qualitativa, além de levantamento de campo. Para a coleta dos dados, foi elaborado um questionário contendo cinco questões fechadas com quatro alternativas. Foram selecionadas vinte e duas empresas do ramo de oficinas mecânicas na área central da cidade de Ariquemes (RO). Todas as empresas entrevistadas responderam às mesmas perguntas, que foram tabuladas e organizadas em gráficos. Constatou-se que a tecnologia tem um papel importante nas organizações e que
ela se encontra em todas as empresas analisadas. Constatou-se que para 69% dos entrevistados o uso da tecnologia tem um papel importante na qualidade dos produtos e que para 63% deles a tecnologia contribui para uma boa gestão empresarial. No que se refere à percepção dos empresários em relação ao uso da tecnologia em suas empresas, verificou-se que os gestores percebem que a tecnologia melhora a qualidade dos produtos da empresa e contribui para maior eficiência dos processos organizacionais, gestão do negócio e retornos dos investimentos.

Biografia do Autor

Sanzio Dias Arcanjo, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais

Técnico em Informática pela Escola Técnica de Viçosa (2013) e, atualmente, é graduando em Administração pelo Instituto Federal do Norte de Minas Gerais campus Araçuaí (IFNMG). Também possui experiência na área de produção de mudas de espécies nativas e exóticas in vitro. Membro do Grupo de Pesquisas em Administração Contemporânea (GEPAC). 

Cirinéia Alves Jardim, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais

Bacharelanda em Administração pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas de Gerais - Campus Araçuaí. Apresenta curso técnico em Auxiliar Administrativo pelo INFOCP - Instituto de formação e capacitação profissional. Atualmente é Diretora de Gestão de Pessoas na Empresa Júnior do IFNMG - Campus Araçuaí (JequiAra) e recentemente foi bolsista do Projeto de Extensão - ASSISTEC, que capacita e auxilia autonômos, MEIs e pequenos empresários na gestão do seu negócio em Aem Araçuaí-MG para o enfrentamento do período de pandemia do COVID-19. Tem como áreas de interesse a Gestão de Pessoas, o Direito do Trabalho e a Administração Pública.

Ismael Mendes dos Santos Junior, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG)

Doutorado em Ciência da Informação em andamento pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PGCin) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestrado em Desenvolvimento Social pelo Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Social (PPGDS) da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes). Graduação em Administração (Unimontes) e especialização em Gestão Contábil e Controladoria (Unimontes). Técnico em processamento de dados (Fundação Educacional Montes Claros). Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT) no campus Araçuaí/MG do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG). Membro do Grupo de Pesquisas em Administração Contemporânea (GEPAC). 

Publicado

2021-10-04